BEM-VINDO A ÓBIDOS

Óbidos é uma das vilas mais pitorescas e bem preservadas de Portugal.

Gozando de uma excelente localização junto ao mar e com os braços da Lagoa a chegar ao seu morro, estas terras desde sempre foram habitadas, o que se confirma pelos inúmeros vestígios arqueológicos identificados no Concelho de Óbidos, desde o Paleolítico Inferior passando pela Pré-história recente até ao período romano.

Dentro de muralhas, encontramos um castelo bem conservado e um labirinto de ruas e casas brancas que encantam quem por ali se passeia. Dos recantos e jardins fechados da zona da antiga medina à presença do Gótico, passando pelo renascimento e Barroco, a Vila é uma extensa obra de arte talhada, reconstruida ao longo de vários séculos.

Ao visitar o concelho de Óbidos, o visitante encontrará um conjunto diversificado de locais para desfrutar e atividades para desenvolver, desde culturais ou atividades ao ar livre, ou até a uma partida de golfe com vista para o oceano atlântico.

Qualquer altura é boa para visitar Óbidos! Pelas histórias de amor que aí se contam e pelo ambiente medieval, é uma sugestão inspiradora para um fim-de-semana romântico. E se incluir uma noite de alojamento no castelo, então o cenário será perfeito.

No que diz respeito à gastronomia local, delicie-se com a nossa caldeirada de peixe da Lagoa de Óbidos, e para terminar a refeição porque não experimentar a famosa Ginjinha de Óbidos, que se pode apreciar em vários locais, de preferência num copinho de chocolate.

Esta herança histórica de outras épocas, associada à dinâmica de programação cultural de hoje, tornam Óbidos num grande polo de atração turística.

Uma visita a não perder! Aguardamos por si!
 
HISTÓRIA

HISTÓRIA DA VILA DE ÓBIDOS

  • Pré-história recentePrimeiros vestígios arqueológicos no outeiro de Óbidos

  • Antiguidade ClássicaOcupação romana em Óbidos

  • Antiguidade TardiaPossível presença dos Suevos/Visigodos

  • Período alto-medievalPresença islâmica/moçárabe

  • 1148 a 11 de janeiroD. Afonso Henriques toma Óbidos aos Mouros (atual feriado municipal)

  • 1195Provável doação de foral a Óbidos

  • 1210D. Afonso II doa a Vila a sua mulher, D. Urraca

  • 1246Ao manter a fidelidade a D. Sancho II, Óbidos assegura o título “Mui nobre e sempre leal” que mantém até hoje

  • 1282D. Dinis e a Rainha Santa Isabel passam núpcias em Óbidos. Com a doação da Vila, como prenda de casamento, esta passa a fazer parte integrante de dote de todas as rainhas portuguesas até 1834

  • 1422Na Vila de Óbidos, D. João I faz a mudança da era de César para a era de Cristo

  • 1441No dia 15 de agosto casa-se o Infante D. Afonso (mais tarde D. Afonso V) com D. Isabel. O noivo tinha dez anos e a noiva oito

  • 1491A rainha D. Leonor, mulher de D. João II, retira-se para Óbidos depois da morte do seu filho, o Infante D. Afonso

  • 1498D. Leonor funda a Misericórdia de Óbidos

  • 1513D. Manuel faz a doação de novo foral a Óbidos

  • 1527D. João III institui em Óbidos uma cadeira de Matemática e outra de Teologia

  • 1684A 22 de Julho morre a pintora Josefa d’Óbidos

  • 1755Óbidos é danificado pelo terramoto de Lisboa

  • 1808De Óbidos são disparadas as primeiras salvas de tiros que dão início à Batalha da Roliça, durante as invasões francesas, onde Napoleão sofre a sua primeira derrota da Guerra Peninsular

  • 1834Extinção da Casa das Rainhas

  • 1900 / 1910O Rei D. Carlos faz grandes caçadas na Lagoa com o Padre António Almeida, capelão da Igreja do Senhor da Pedra

  • 1932/1935Restauro da Muralha

  • 1973Tem lugar em Óbidos uma das reuniões do Movimento dos Capitães, realizada na Sede da Sociedade Musical Recreativa Obidense, que desencadeou a Revolução 25 de Abril de 1974

  • 1994Escavações arqueológicas de uma cidade romana identificada como sendo Eburobrittium

  • 2015A 11 de Dezembro, Óbidos é designada Cidade Criativa da Literatura pela UNESCO

 
ARTIGOS

NOTÍCIAS RECENTES