LAGOA DE ÓBIDOS

A Lagoa de Óbidos é o sistema lagunar costeiro mais extenso da costa Portuguesa. Possui uma área total aproximada de 6.9 km2 e uma profundidade média de dois metros, com cotas que vão desde o meio metro aos cinco metros. Estende-se para montante essencialmente por dois canais, para Oeste pelo Braço do Bom Sucesso, e para Este pelo Braço da Barrosa.

Faz fronteira terrestre com o concelho das Caldas da Rainha a Norte (freguesias da Foz do Arelho e Nadadouro) e com o concelho de Óbidos a Sul (freguesias de Vau e Santa Maria). Do lado do Sul encontra-se a Poça do Vau e do lado Oeste está ligada à Poça das Ferrarias. Apresenta um comprimento máximo de 6 km e uma largura que oscila entre 1 e 1,5 km, com uma orientação preferencial NW-SW.

Enquanto sistema lagunar costeiro detém elevado valor devido às suas caraterísticas produtivas, nomeadamente ao nível da biodiversidade de ecossistemas e espécies faunísticas e florísticas, mas também de avifauna (onde podem ser observados movimentos migratórios de várias aves).

Comunica com o oceano através de uma barra de maré (Aberta na toponímia local) mantida artificialmente, a qual assegura as trocas de água e sedimentos entre os espaços lagunar e oceânico.

De toda a área da Lagoa, o Braço da Barrosa é o local de maior importância do ponto de vista ecológico, visto que é importante para vários grupos biológicos distintos, possui uma das poucas manchas de carrascal ainda existentes na Lagoa, assim como algumas zonas de vasa com vegetação relativamente bem conservada, o que define boas condições para a avifauna e tem ainda importância para a ictiofauna, proporcionando condições satisfatórias para a função de viveiro.
30 de Outubro, 2020

Avifauna na Lagoa

30 de Outubro, 2020

Fauna

30 de Outubro, 2020

Curiosidades