Óbidos

Informações sobre a vila de Óbidos


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nulla mauris dolor, gravida a varius blandit, auctor eget purus. Phasellus scelerisque sapien sit amet mauris laoreet, eget scelerisque nunc cursus. Duis ultricies malesuada leo vel aliquet. Curabitur rutrum porta dui eget mollis.

Nullam lacinia dictum auctor. Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Orci varius natoque penatibus et magnis dis parturient montes.

Aliquam ac dui vel dui vulputate consectetur. Mauris accumsan, massa non consectetur condimentum, diam arcu tristique nibh, nec egestas diam elit at nulla. Suspendisse potenti. In non lacinia risus, ac tempor ipsum. Phasellus venenatis leo eu semper varius.

Maecenas sit amet molestie leo. Morbi vitae urna mauris. Nulla nec tortor vitae eros iaculis hendrerit aliquet non urna. Nulla sit amet vestibulum magna, eget pulvinar libero. Vivamus in diam turpis. In condimentum maximus tristique. Maecenas non laoreet odio. Fusce lobortis porttitor purus, vel vestibulum libero pharetra vel. Pellentesque lorem augue, fermentum nec nibh et, fringilla sollicitudin orci. Integer pharetra magna non ante blandit lobortis. Sed mollis consequat eleifend.

Aliquam consectetur orci eget dictum tristique. Aenean et sodales est, ut vestibulum lorem. Vivamus in diam turpis. In condimentum maximus tristique. Maecenas non laoreet odio. Fusce lobortis porttitor purus, vel vestibulum libero pharetra vel. Pellentesque lorem augue.

 
HISTÓRIA

HISTÓRIA DA VILA DE ÓBIDOS

  • 308 a.C.Fundação da Vila pelos Celtas

  • Século IÓbidos é conquistada pelos Romanos

  • Séculos V-VIAos Romanos sucedem-se os Visigodos

  • Século VIIIOs Mouros ocupam a vila

  • 1148 a 11 de janeiroD. Afonso Henriques toma Óbidos aos Mouros (atual feriado municipal)

  • 1195Provável doação de foral a Óbidos

  • 1210D. Afonso II doa a Vila a sua mulher, D. Urraca

  • 1246Ao manter a fidelidade a D. Sancho II, Óbidos assegura o título “Mui nobre e sempre leal” que mantém até hoje

  • 1282D. Dinis e a Rainha Santa Isabel passam núpcias em Óbidos. Com a doação da Vila, como prenda de casamento, esta passa a fazer parte integrante de dote de todas as rainhas portuguesas até 1834

  • 1422Na Vila de Óbidos, D. João I faz a mudança da era de César para a era de Cristo

  • 1441No dia 15 de agosto casa-se o Infante D. Afonso (mais tarde D. Afonso V) com D. Isabel. O noivo tinha dez anos e a noiva oito

  • 1491A rainha D. Leonor, mulher de D. João II, retira-se para Óbidos depois da morte do seu filho, o Infante D. Afonso

  • 1498D. Leonor funda a Misericórdia de Óbidos

  • 1513D. Manuel faz a doação de novo foral a Óbidos

  • 1527D. João III institui em Óbidos uma cadeira de Matemática e outra de Teologia

  • 1684A 22 de Julho morre a pintora Josefa d’Óbidos

  • 1755Óbidos é danificado pelo terramoto de Lisboa

  • 1808De Óbidos são disparadas as primeiras salvas de tiros que dão início à Batalha da Roliça, durante as invasões francesas, onde Napoleão sofre a sua primeira derrota da Guerra Peninsular

  • 1834Extinção da Casa das Rainhas

  • 1900 / 1910O Rei D. Carlos faz grandes caçadas na Lagoa com o Padre António Almeida, capelão da Igreja do Senhor da Pedra

  • 1910/1950Restauro da Muralha

  • 1973Tem lugar em Óbidos uma das reuniões do Movimento dos Capitães, realizada na Sede da Sociedade Musical Recreativa Obidense, que desencadeou a Revolução 25 de Abril de 1974

  • 1994Escavações arqueológicas de uma cidade romana identificada como sendo Eburobrittium

  • 2015A 11 de Dezembro, Óbidos é designada Cidade Criativa da Literatura pela UNESCO

 
ARTIGOS

NOTÍCIAS RECENTES

X